Postagens

Mostrando postagens de Agosto, 2011

Súplicas Malditas

Imagem
Caminhava de volta para casa. Já eram cinco e meia da tarde. A luz do sol ia desaparecendo à medida que caminhava. Seus passos mal ecoavam em meio à rua cheia de pessoas. Fora um dia de chuva, andava rapidamente, queria chegar à sua casa antes que caísse um toró. Não se importava tanto com a escova que havia feito no dia anterior, mas sim com os documentos que guardava consigo.        Aos poucos a multidão ia se esvaindo, deixando seu caminho cada vez mais vazio. As ruas cheias de pessoas, casas, centros e etc. davam lugar a outras cheias de edifícios abandonados ou vazios devido ao horário. Estava acostumada ao trecho deserto, afinal, quem iria querer passar por ali àquela hora da tarde? Fora roubada algumas vezes, mas aprendera a não ter medo. O medo nunca ajudava naquelas situações.        Era uma tarde usual. Nada de novo, mesmas reclamações, mesmas broncas do chefe. Tudo a favor de sua infelicidade.        Uma criança surgira de um beco entre as edificações. Ela parou por um instant…