domingo, 19 de abril de 2015

Medo de Asas


Vai, vai lá menina!
Vai, sem medo de viver
De correr seus riscos
De pensar em seus atos, aflita
De sair sem sair do ninho
De cair pra se reerguer

De encontrar obstáculos no caminho.

Vai, vai lá, menina, que você não está sozinha
Não se nega, caminha
Porquê as flores regadas ao trilhar
Ah, essas, o mundo dará
Não óbvias talvez, mas com toda a sensatez.



Foto e texto por: Stephanie Santana.
Na foto: Rayane
.